sábado, outubro 21, 2017
A- A A+

Tradutor Automático

Portuguese Chinese (Simplified) Danish English French German Spanish

Pesquisar

Eólica offshore

 

Eólica offshore

A eólica offshore pode dividir-se em dois tipos de tecnologias de fixação: a offshore fixa ao fundo até aos 40/50m de profundidade e a offshore flutuante daí em diante. Os sistemas de fixação ao fundo já têm múltiplos exemplos de aplicação, no mar do norte, ao longo das costas da Dinamarca, por exemplo, com diferentes tipos de fixações como monoestaca, base gravítica, tripod, jacket ou triestaca.

 

 fundacoesoffshore

No que diz respeito às turbinas, a tecnologia é muito semelhante, havendo apenas algum cuidado na proteção contra as condições de agressividade do ambiente marinho. Todas as grandes marcas como a Enercon, a Vestas ou a Nordex além de outras, já disponibilizam soluções neste âmbito.


Os sistemas flutuantes estão numa fase de estudo, destacando o WindFloat, ao largo da Póvoa de Varzim. Tem uma estrutura do tipo semisubmersível, para profundidades a partir dos 50 metros. Existem outro tipos de estruturas (spar) a ser desenvolvidas que se equilibram como garrafas e se utilizam para águas mais profundas ( >100m).

windfloat sway


O desenvolvimento aqui está a dar os primeiros passos, tendo que se considerar a implementação de turbinas “inteligentes” com sistemas de controlo que façam  prevenção, a diminuição, ao limite,  de peças móveis, turbinas com apenas duas pás, sem caixa de velocidades e a criação de módulos facilmente substituíveis, ou seja,  tudo o que evite manutenções sem comprometer a potência disponibilizada, pois são muito dispendiosas e nem sempre podem ser concretizadas devido às condições marítimas.

Este tipo de tecnologias tem potencialidades muito boas. Pensa-se que a nossa costa tenha capacidade para 3.5 GW com sistemas fixos e até 40 GW com sistemas flutuantes.

Neste momento, a nível mundial, a eólica offshore representa  apenas 2 % da eólica total, ou seja 3GW de capacidade instalada, prevendo-se, no entanto um aumento paulatino,  desde que a tecnologia se desenvolva e crie economia de escala.